Total de visualizações de página

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

Julgamento de Lindemberg - Caso Eloá


Nos idos dos anos 80, minha irmã mais velha foi cruelmente assassinada pelo seu ex-noivo. O caso foi investigado "daquele jeito", testemunha sumiu, havia uma carta no caixão e nada de novo aconteceu. Passou-se quase 30 anos e hj compreendo a dor de minha mãe (q hj está c/ 74 anos) e faço uma idéia do sofrimento de minha irmã que foi arrastada, torturada e apedrejada. Reforma no Código Penal ou Pena de Morte? Não sei... Nunca trará Rita de Cássia, Eloá, João Hélio, Ives Ota, Daniela Perez e tantos outros de volta e nunca cicatrizará a ferida...

Nenhum comentário:

Postar um comentário