Total de visualizações de página

quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013

Círculo de Debates(supra partidário) Plano Diretor 2013

Na 3ª feira, 19/02, participei desse encontro interessante lá na Câmara Municipal de São Paulo. Não pude ficar no plenário principal, o auditório Prestes Maia, de tão lotado que estava. Tinha gente sentada até no chão! Então fiquei no outro auditório e assistindo tudo no telão. Vi alguns colegas do PSOL e depois me encontrei com o Eliseu e com o vereador eleito Toninho Véspoli, que estavam na mesma sala que eu. Enfim. Quando cheguei, por volta das 19:48, Haddad estava discursando. Citou as diferenças da periferia e dos bairros mais "estruturados". Também citou a desorganização do planejamento atual e a mobilidade de deslocamento e aproximação. (eu q o diga; sai de casa às 17:30...) Ele também citou a "dependência" do Executivo pela opinião do cidadão e o Plano de Desenvolvimento Sustentável. Senti uma aproximação do Haddad, dando sua opinião e expondo a sua necessidade de aproximação com a população e dos componentes da Câmara, independente de partidos políticos. Algumas frases que me chamaram a atenção: "Estar disponível para São Paulo sem burocratização" "Desenvolver o melhor plano possível." "Vitrine de políticas públicas virtuosas." E ele retirou-se do plenário, passando a palavra ao Secretário Municipal de Desenvolvimento Urbano: Fernando de Melo Franco e, na sequência, Kazuo Nakano, Diretor do DEURB - Departamento Urbano, também falaria. Daí a coisa se transformou... Fernado de Melo Farnco citou as perdas das indústrias na cidade, mas o crescimento delas no estado. (Claro!!!! Com incentivos fiscais mais atraentes nas cidades do interior...) Citou números de pesquisas e blá, blá, blá... Um burocrata!!!!! Citou também o processo de Mobilidade Social: como a população está utilizando os serviços disponíveis. Citou taxa de natalidade/qualidade de vida (lembrei-me da Teoria Malthusiana) - processo demográfico com dados do I.B.G.E. Daí eu ri. E muito!!!! I.B.G.E.? Aquele órgão federal onde alguns pesquisadores "queimam" as pesquisas? Sei do que estou falando, pq já trabalhei lá e presenciei fraudes e quando eu fui denunciar, sai como a vilã... Uma observação interessante: o tom de voz desse senhor era tão agradável, que as pessoas começaram a ir embora. Era 20:07. Sabe aquela voz sem sal? E seus números e índices (como ele se impressioanava!!!! Parecia um matemático!!!) E falava da "possibilidade" e do interesse do Poder Público e quanto o mesmo está perdendo com os investimentos e transformações de certas áreas da cidade, devido a especulação imobiliária. (senti, nessa hora, que pobre NUNCA terá sua vez em adquirir sua casa própria...) Meta: revisão do Plano Diretor Plano de ocupação do solo (mais...) Planos de bairro - territorializar as áreas. Articulção de políticas setoriais. Citou as 5 secretarias: de Governo, Negócios Jurídicos, Planejamento, Finanças e Desenvolvimento Urbano. Senti que ele é muito repetitivo nas palavras e que as suas preferidas são "articulada" e "articulação". Na área dos transportes, ele citou que não é setorial, e sim, geral. Devemos ver a rua em sua totalidade: se é asfaltada, como está sua conservação, calçadas em bom estado, etc. Reurbanização e reestruturação. Citou as melhorias na qualidade de vida e as ações estruturais - Agenda de Formulação de Transformação Social. Na área da Habitação, foi observado que 40% da renda da população é adquirida no espaço doméstico. Na hora lembrei da minha querida periferia, de suas lojinhas na garagem, das senhorinhas que fazem seus quitutes, bordados... Não pensar apenas na acomodação, e sim nos espaços produtivos, na capacidade produtiva da população. (Já imaginei num lindo home office prá mim!!!!) Frase interessante: "Transformar a qualidade no cotidiano" Calçamento/urbanismo/rede sem fios/ mais árvores/menos enchentes Daí começou a falar do Arco do Triunfo. Arffffffffffffffffffffffffff!!!!!! Foi uma proposta de um grupo no comitê de campanha, mais profissionais da área e os intelectuais da U.S.P. Operações Urbanas - e dá-lhe alguns slides com gráficos, cores, números, dados e blá, blá e mais blá... Daí lá vai ele falar do impulso das incorporações imobiliárias. Citou a Tecnisa no terreno da Telefonica na Água Branca. Pensei comigo: "há tempos que São Paulo foi vendida para as grandes e famintas construtoras..." Agora, essa frase foi a mais interessante: "...outros públicos, que não sejam só alta renda". Tadinha da periferia!!!!!!! E lá pelas tantas, a apresentação estava tão dinâmica que o próprio se perde nos slides. Êlaiá!!!!!! "Desenvolvimento para área precária" Operação Urbana/Eixos axiais com as principais rodovias. Daí eu pensei comigo novamente: "Quando isso vai começar? Quanto tempo vai precisar?" Esse Arco do Triunfo... E, finalmente, fala das Centralidades Periféricas. Citou o Largo Treze e o de Pinheiros como centros de comércio popular e transladados para além, com acesso ao Grajaú e Vila Sônia, respectivamente. Porta de entrada aos municípios adjacentes. Reorganizar a cidade, importância com a sua Geografia e a Hidrografia. (Sugiro o documentário Entre Rios). Novas formas de uso do espaço. E continuemos com o Arco do Triunfo... Mobilidade - Linhas estruturantes da C.P.T.M. e meios de transporte não poluentes como a bicicleta. Rede cicloviária cotidiana!!!! Intermodal de mobilidade. Daí lá vai eu pensar com meus botões: como gosta de falar difícil esse homem!!!! Dissociação emprego X moradia; Baixa densidade geográfica e possibilidade de adensamento. Se eu for utilizar esses termos com a galera da favela, ou apanho ou fico no vácuo... E foi... mais blá, blá e blá. Daí vem o Kazuo Nakano, Diretor do DEURB (Desenvolvmento Urbano), com sua voz mais animada, citando os muitos booms imobiliários e a verticalização da cidade e falar mais do mesmo que foi citado anteriormente. Quer saber o que senti? Não adianta o Senhor Digníssimo Prefeito Haddad pedir aproximação da população e ter apenas sua boa vontade e ainda contar com uma equipe prá lá de burocrática. Depois foi aberta as perguntas escritas (claro que foram minuciosamente escolhidas). Mas não fiquei até o fim. Fui às 21:00.

Nenhum comentário:

Postar um comentário